Recentes ·

Imagem workshop
  26 Set
POTENCIAL DA FLOR DO CARDO: DA SUA BIODIVERSIDADE À APTIDÃO TECNOLÓGICA

24/09 às 00:06

O uso de extrato de cardo é obrigatório em alguns dos queijos portugueses de ovelha com Denominação de Origem Protegida (DOP). Apesar deste elevado potencial e subsequente interesse económico na fileira da produção de queijo, o efeito da variabilidade da flor permanece pouco estudado. O presente workshop dirigido principalmente ao sector produtivo tem por objetivo apresentar e discutir resultados relativos à utilização da flor do cardo; à correta preservação da flor e das suas propriedades, entre outros aspetos tecnológicos, que podem ser maximizados. Programa: 14H30 – RECEPÇÃO DOS PARTICIPANTES 15H00 – APRESENTAÇÃO GERAL DO PROJETO VALBIOTECCYNARA- Valorização económica do cardo (Cynara cardunculus) variabilidade natural e suas aplicações biotecnológicas Fátima Duarte |CEBAL/ICAAM| 15H15 – A DIVERSIDADE MORFOLÓGICA do CARDO no ALENTEJO Carla Pinto-Cruz e Eliana Machado |ICAAM, U. Évora| 15H30 – A CONSERVAÇÃO da FLOR do CARDO Patricia Lage |IPBeja| 15H35 – APTIDÃO TECNOLÓGICA do CARDO: - Propriedades tecnológicas e diversidade da flor de cardo do Alentejo Pedro Louro |INIAV| - O exemplo para a produção de queijo DOP de Évora e Serpa Cristina Pinheiro |ICAAM, U. Évora | Nuno Alvarenga |INIAV| João Dias |IPBeja| 16H30 – DISCUSSÃO 16H45 – PROVA de QUEIJOS PRODUZIDOS no ÂMBITO do PROJETO VALBIOTECCYNARA Participação gratuita mediante inscrição: https://goo.gl/forms/ZBmeWBd9xmIZhGc52

Homepage graph
Ciência Vitae: A FCT disponibiliza aos investigadores uma nova plataforma de gestão currícular

30/08 às 15:37

A FCT-FCCN disponibiliza a partir de agora uma nova ferramenta aos/às investigadores/as que permitirá uma gestão integrada dos seus currículos. A plataforma já se encontra disponível e com cerca de 330 inscritos. A intenção é que este sistema venha substituir todos os outros, agregando toda a informação curricular dispersa pelo portais DeGóis, FCT-SIG ou ORCID. Encontra-se ainda em fase de teste, contudo, parece esta plataforma vir resolver muitos dos problemas dos quais se queixam os/as investigadores/as, de duplicação e até multiplicação de currículos online. A adesão a esta plataforma permitirá que o/a investigador/a apenas necessite de actualizar o seu currículo uma vez para qualquer procedimento que seja necessário junto da FCT (e outras entidades). As dúvidas relacionadas com o registo estão a ser acompanhadas por este gabinete de comunicação. Mais informações em:https://www.cienciavitae.pt/

Bananas 2424299 960 720 660x330
Kraft Advance é o novo produto de combate a pragas da bananeira

20/08 às 14:31

Existe um novo produto no mercado, aprovado pela DGAV (Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária) para combate a pragas como ácaros e tripes (também conhecidas como “cinzeiro”) nas plantações de banana. Chama-se Kraft Advance e é um inseticida e acaricida com amplo espectro de ação disponibilizado pela Selectis (do universo Sapec Agro Business). É um produto de origem natural, penetrante com actividade translaminar, formando uma reserva efetiva no interior das folhas. A Selectis sublinha que o Kraft Advance tem “excelente seletividade para as culturas e elevada persistência de ação”, garantindo a eficácia sobre ácaros resistentes aos acaricidas e inseticidas tradicionais: piretróides, carbamatos e organofosforados. A GESBA, empresa pública de Gestão do Sector da Banana e a Secretaria Regional de Agricultura e Pesca aclamam esta nova solução, já que desde que foi proibida a aplicação de um produto anterior, Rufast Advance, há algumas pragas que se têm feito sentir com mais intensidade, o que vem prejudicar gravemente o rendimento dos agricultores na Madeira, onde a banana é uma das culturas mais importantes e com grande impacto económico. O Governo Regional da Madeira tem vindo a estudar, juntamente com o Ministério de Florestas e Desenvolvimento Rural, através da Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária, novas soluções, seguras e eficazes para debelar estas pragas. Para o secretário Regional de Agricultura e Pescas este é o resultado de um trabalho realizado pelos técnicos da Secretaria em prol dos bananicultores da Região. A GESBA encontra-se igualmente disponível para prestar auxílio e meios técnicos, sempre que tal seja solicitado. A produção de Banana da Madeira é realizada por 2.900 bananicultores, que cultivam pequenas explorações agrícolas (85% das explorações têm menos de 1 hectare) e que no seu todo formam uma área de produção de cerca de 650 hectares. Em 2017 foram processadas cerca de 22 mil toneladas de banana. Fonte: Agricultura e Mar Actual http://agriculturaemar.com/kraft-advance-aprovado-para-combater-pragas-como-acaros-e-tripes-da-bananeira/

Ver mais

Destaque ·

1469701080uvas
Jovem agricultor mais inovador da Europa é português

28/07 às 20:15

http://boasnoticias.pt/noticias_Jovem-agricultor-mais-inovador-da-Europa-%C3%A9-portugu%C3%AAs_24715.html

Luis mira da silva 300x300
SER EMPREENDEDOR NA FRUTICULTURA: Desafios e oportunidades em Portugal

15/03 às 18:52

Com uma elevada probabilidade de acertar, posso afirmar que nos próximos anos vão ser criadas muitas oportunidades no setor da fruticultura em Portugal. De facto, as oportunidades tendem a aparecer quando o contexto que nos rodeia muda, criando problemas, que por sua vez vão dar origem a oportunidades. Aliás, é costume dizer-se que quanto maior forem os problemas, maior serão as oportunidades! Como não vão faltar problemas nos próximos anos, também não vão faltar oportunidades. Mas em concreto o que vai mudar, afetando o setor da fruta? Em primeiro lugar, a demografia. Além do aumento da população mundial, acompanhado por uma urbanização crescente e pelo aumento do nível médio de vida, há alterações que vão afetar de forma particular o setor da fruta, como o envelhecimento da população na Europa. Note-se que a maior parte destas alterações demográficas (umas mais regionais que outras) podem ser estimadas com alguma fiabilidade, por isso vale a pena analisar como podem ser geradas oportunidades a partir daqui. Leia todo o artigo em: http://centrofrutologiacompal.pt/2016/03/14/ser-empreendedor-na-fruticultura-desafios-e-oportunidades-em-portugal/

Akis %281%29
Ministério nomeia representante nacional para Grupo Estratégico Europeu SCAR - AKIS

29/06 às 19:30

LUÍS MIRA DA SILVA, Professor do Instituto Superior de Agronomia / Universidade de Lisboa e Presidente da INOVISA, foi recentemente nomeado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior como Representante Nacional no subgrupo estratégico Agricultural Knowledge and Innovation Systems (AKIS) do Standing Committee on Agricultural Research (SCAR) da Comissão Europeia. Com 37 países envolvidos, o SCAR é composto por representantes de Ministérios, ou de outras estruturas como Conselhos de Investigação, de todos os Estados-Membros da União Europeia, assim como de países candidatos e associados. Este Comité tem como objetivo orientar os programas europeus de apoio à investigação e à inovação no sector agrícola europeu, assumindo também um papel orientador a nível nacional. A estrutura operacional do SCAR baseia-se em grupos temáticos, sendo o SCAR-AKIS um subgrupo estratégico, de atuação permanente, com enfoque em recomendações para políticas de apoio ao conhecimento e à inovação dos sistemas agrícolas. Mais informação em: http://ec.europa.eu/research/scar/index.cfm #SCARAKIS

Ver mais

Eventos ·

Top 10 Utilizadores · Ranking