Recentes ·

Presentation1
PRECISAMENTE desmistifica a utilização de tecnologias de Agricultura de Precisão.

17/08 às 09:31

A TERRAPRO, em colaboração com o SANTANDER TOTTA, NEW HOLLAND, SYNGENTA e a VITAS, promove um conjunto de eventos com o objetivo de desmistificar a utilização de tecnologias de Agricultura de Precisão. Pretende-se demonstrar a facilidade de utilização e apresentar resultados práticos nas diversas culturas, desde o milho ao olival. As tecnologias de precisão estão hoje mais acessíveis representando um significativo aumento de eficiência na gestão agrícola. Ciclo de eventos: 1ª SESSÃO "PRECISAMENTE: MILHO e outras culturas anuais" 21-09-2017 | 15h30 Monte Santo Isidro 38°50'46.40"N 8°52'36.16"W PORTO ALTO 2ª SESSÃO "PRECISAMENTE: OLIVAL e outras culturas perenes" 27-09-2017 | 15h30 Monte Torre das Figueiras 39°04'05.6"N 7°27'27.3"W MONFORTE Mais informações em: https://www.precisamente.info/

Wine yards 1344259
Será que condições climatéricas adversas afectam a produção agrícola e os recursos florestais em Portugal?

16/08 às 11:28

Como responder à questão acima colocada? Para isso e, antes de mais nada, temos de saber o que são condições climatéricas? A utilização da palavra “climatérico” como sinónimo de “Tempo” para explicar o que ocorre num determinado dia é tecnicamente um erro. É uma palavra que tem sido apadrinhada pela comunicação social e agente políticos, apesar de cientificamente não ter nenhum significado e, por isso, nunca deveria ser utilizada para explicar fenómenos meteorológicos que ocorrem no dia-a-dia. Conclusões sobre o clima de um local ou de uma região só se podem tirar com séries de valores climáticos registados num longo período, que as regras internacionais apontam para 30 anos. (Mais informações? Veja em https://www.theberryproject.org/blog/). Se utilizarmos a palavra climatérico como sinónimo de climático, então é correcto pensar que há uma variabilidade climática inerente ao próprio sistema climático. Essa variabilidade pode, consequentemente, afectar a produção agrícola e os recursos florestais, através por exemplo do comportamento anómalo da temperatura, com valores, num determinado período, acima ou abaixo da normal ou, no caso da precipitação pela Irregularidade da sua distribuição espacial e temporal. Em resumo, podemos dizer que a agricultura e os recursos florestais são altamente dependentes dos factores climáticos que condicionam as condições locais da atmosfera e, por isso, o tempo no dia-a-dia. É, neste sentido, muito importante encarar a formação especializada como um investimento crucial para dotar os ramos profissionais que necessitarem e, em especial, os agricultores e os técnicos agrícolas/ florestais, das ferramentas necessárias à sua capacitação nas respostas aos problemas dos impactos de situações adversas de tempo e da variabilidade climática nas culturas e recursos florestais. Assim, o The Berry Project faz um novo Reminder sobre o Curso de Riscos Climáticos Aplicados à Agricultura que vai decorrer em Coimbra de 08 a 17 de Novembro de 2017. Tem as inscrições abertas com uma Early Bird, que permite poupar €150, até 30 de Setembro de 2017. Informa, ainda, que foi feito um ajustamento ao programa do curso com a inclusão de um novo módulo sobre Variabilidade/alterações climáticas na vitivinicultura. O curso está estruturado em 5 módulos, tendo agora sido integrado o Módulo 5 sobre Variabilidade/alterações climáticas na vitivinicultura, em que será formador o Prof. Adjunto, Luís Peres de Sousa, da Escola Superior Agrária de Beja (ESAB) do Instituto Politécnico de Beja. O Prof. Luís Peres de Sousa é Engenheiro Agrónomo e Produtor-Vitivinicultor e é delegado de Portugal na OIV - Organização Internacional da Vinha e do Vinho. Os outros módulos e formadores serão: - Módulo 1 - Aquisição Automática de Dados -Eng. Luís Domingues , Especialista Sénior em aquisição automática de dados; - Módulo 2 a 4 – Riscos Climáticos (Métodos estatísticos, métodos meteorológicos e análise do risco agrometeorológico) - Prof. Orivaldo Brunini, Engenheiro Agrónomo com Doutoramento (PhD) em Agrometeorologia, sendo um Especialista Sénior ligado ao Instituto Agronómico de Campinas e Presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola (FUNDAG) , Brasil. Quer saber mais, veja em: https://www.theberryproject.org/. Contactos: Sérgio Ferreira – Meteorologista consultor Sénior E mail: sfconsultoria@gmail.com Telefone: +351 92 924 96 64

Agri milk show 3 660x330
  03 Nov
Agri Milk Show

11/08 às 09:07

A Exponor recebe, de 3 a 5 de Novembro, a segunda edição da Agri Milk Show, a feira internacional do agro-negócio, leite e alimentação. Após “o sucesso da edição do ano passado”, numa organização da IS International e da Associação Portuguesa de Criadores de Raça Frísia, e que foi “determinante na promoção profissional da cadeia de valor e fornecimento da produção de leite”, aquele evento regressa em 2017 com um “certame maior, mais forte e repleto de novidades”, diz fonte da organização. Um dos objectivos desta edição passa por levar à Exponor técnicos e profissionais de todo o sector, estabelecendo novas parcerias, e desenhando novos eventos que incentivem a participação e a visita de outros públicos. “Tudo para gerar valor à participação de diferentes sectores e expositores, que possam acrescentar novas ofertas e produtos para esta cadeia de fornecimento do sector produtivo do leite”, acrescenta a mesma fonte. As inscrições podem ser feitas aqui: https://my.sendinblue.com/users/subscribe/js_id/2kl32/id/3 Fonte:http://agriculturaemar.com/agri-milk-show-marcado-novembro-dedicado-as-novas-tecnologias-promocao-dos-lacticinios/

Ver mais

Destaque ·

1469701080uvas
Jovem agricultor mais inovador da Europa é português

28/07 às 20:15

http://boasnoticias.pt/noticias_Jovem-agricultor-mais-inovador-da-Europa-%C3%A9-portugu%C3%AAs_24715.html

Luis mira da silva 300x300
SER EMPREENDEDOR NA FRUTICULTURA: Desafios e oportunidades em Portugal

15/03 às 18:52

Com uma elevada probabilidade de acertar, posso afirmar que nos próximos anos vão ser criadas muitas oportunidades no setor da fruticultura em Portugal. De facto, as oportunidades tendem a aparecer quando o contexto que nos rodeia muda, criando problemas, que por sua vez vão dar origem a oportunidades. Aliás, é costume dizer-se que quanto maior forem os problemas, maior serão as oportunidades! Como não vão faltar problemas nos próximos anos, também não vão faltar oportunidades. Mas em concreto o que vai mudar, afetando o setor da fruta? Em primeiro lugar, a demografia. Além do aumento da população mundial, acompanhado por uma urbanização crescente e pelo aumento do nível médio de vida, há alterações que vão afetar de forma particular o setor da fruta, como o envelhecimento da população na Europa. Note-se que a maior parte destas alterações demográficas (umas mais regionais que outras) podem ser estimadas com alguma fiabilidade, por isso vale a pena analisar como podem ser geradas oportunidades a partir daqui. Leia todo o artigo em: http://centrofrutologiacompal.pt/2016/03/14/ser-empreendedor-na-fruticultura-desafios-e-oportunidades-em-portugal/

Akis %281%29
Ministério nomeia representante nacional para Grupo Estratégico Europeu SCAR - AKIS

29/06 às 19:30

LUÍS MIRA DA SILVA, Professor do Instituto Superior de Agronomia / Universidade de Lisboa e Presidente da INOVISA, foi recentemente nomeado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior como Representante Nacional no subgrupo estratégico Agricultural Knowledge and Innovation Systems (AKIS) do Standing Committee on Agricultural Research (SCAR) da Comissão Europeia. Com 37 países envolvidos, o SCAR é composto por representantes de Ministérios, ou de outras estruturas como Conselhos de Investigação, de todos os Estados-Membros da União Europeia, assim como de países candidatos e associados. Este Comité tem como objetivo orientar os programas europeus de apoio à investigação e à inovação no sector agrícola europeu, assumindo também um papel orientador a nível nacional. A estrutura operacional do SCAR baseia-se em grupos temáticos, sendo o SCAR-AKIS um subgrupo estratégico, de atuação permanente, com enfoque em recomendações para políticas de apoio ao conhecimento e à inovação dos sistemas agrícolas. Mais informação em: http://ec.europa.eu/research/scar/index.cfm #SCARAKIS

Ver mais

Eventos ·

Top 10 Utilizadores · Ranking